Seja bem-vindo à Ama Livros!

O menino que perdeu o ônibus

R$38,70
Um atraso, um átimo, um deslize. O que pode acontecer após uma brevíssima mudança no roteiro do dia? O quanto de mundo pode irromper aos olhos de um menino que simplesmente perde o ônibus? E que, por esse mero desvio na rotina, acaba conseguindo reparar no tanto de vida desfilando à sua volta?

Em O menino que perdeu o ônibus, Guto Lins convida os leitores a uma jornada pela faceta exuberante e lírica dos espaços mais corriqueiros. Apesar de correr mais rápido que as pernas, o protagonista dessa adorável aventura só chega a tempo de ver que seu ônibus ?virou ladeira/virou poeira?.

Esta é a deixa para que seu olhar, desarmado pelo imprevisto, acabe flagrando cenas que não teria reparado num dia normal. A seta de gaivotas rasgando o céu. O urso polar, o dragão e o coelho de pernas curtas desenhados nas nuvens. O coração tatuado na pele de uma árvore, a fábrica de vaga-lumes escondida em outra.

Apesar do aparente horror incrustado nessas histórias, os versos de Mario Bag preservam a manemolência, a graça e a magia que é justamente o que as fazem permanecer vivas. Medo e mistério, afinal, são elementos básicos da arte das histórias orais, que marcam tão fortemente as culturas nas diferentes regiões do Brasil.

Já as ilustrações tratam de representar esses seres notáveis não apenas com pinta de monstros, mas também com humor - e até certa dose de doçura e bossa. Com isso, o autor não apenas resgata personagens de nosso imaginário coletivo, como também lhes atribui alguns traços pessoais, oferecendo personagens repletos de charme, prontos para fisgar o interesse do público contemporâneo.
Descrição
Um atraso, um átimo, um deslize. O que pode acontecer após uma brevíssima mudança no roteiro do dia? O quanto de mundo pode irromper aos olhos de um menino que simplesmente perde o ônibus? E que, por esse mero desvio na rotina, acaba conseguindo reparar no tanto de vida desfilando à sua volta? Em O menino que perdeu o ônibus, Guto Lins convida os leitores a uma jornada pela faceta exuberante e lírica dos espaços mais corriqueiros. Apesar de correr mais rápido que as pernas, o protagonista dessa adorável aventura só chega a tempo de ver que seu ônibus ?virou ladeira/virou poeira?. Esta é a deixa para que seu olhar, desarmado pelo imprevisto, acabe flagrando cenas que não teria reparado num dia normal. A seta de gaivotas rasgando o céu. O urso polar, o dragão e o coelho de pernas curtas desenhados nas nuvens. O coração tatuado na pele de uma árvore, a fábrica de vaga-lumes escondida em outra. Apesar do aparente horror incrustado nessas histórias, os versos de Mario Bag preservam a manemolência, a graça e a magia que é justamente o que as fazem permanecer vivas. Medo e mistério, afinal, são elementos básicos da arte das histórias orais, que marcam tão fortemente as culturas nas diferentes regiões do Brasil. Já as ilustrações tratam de representar esses seres notáveis não apenas com pinta de monstros, mas também com humor - e até certa dose de doçura e bossa. Com isso, o autor não apenas resgata personagens de nosso imaginário coletivo, como também lhes atribui alguns traços pessoais, oferecendo personagens repletos de charme, prontos para fisgar o interesse do público contemporâneo.
Aditional Information
Autor Guto Lins
Tradutor Não
Ano de Edição 2020
Editora Zit
ISBN 9786587209012
Ano Não
Edição Não
Origem Não
Formato Não
Encadernação Brochura
Idioma Não
País Não
Páginas 32
Altura 1
Comprimento 18
Largura 25
Peso 02000
Comentários

Queremos saber sua opinião

Produto: O menino que perdeu o ônibus

Como você avalia este produto? *

  1 estrela 2 estrelas 3 estrelas 4 estrelas 5 estrelas
Qualidade
Preço
Aprovação
Tags do Produto

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Carregando...

Sua privacidade

Nós respeitamos muito sua privacidade. O site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para oferecer conteúdos e ofertas personalizadas para você. Você pode entender melhor como nós utilizamos cookies em nossa política de privacidade.